Quinta-feira, 05 de Outubro de 2017
 
  BOLETIM 06/2017

Caros paraquedistas paranaenses, segue o nosso Boletim FEPAR.

Informações sobre: 1) Alteração da data do Boogie Marreco Voador; 2) Camp de V4 e regras; e, 3) Festival em União da Vitória.

Bons saltos, ótimos pousos e mantenham-se seguros!

 
     
     
 
MUDANÇA DE DATA - BOOGIE MARRECO VOADOR
Conforme solicitado pela organização, informamos que o boogie Marreco Voador, foi transferido para os dias 20, 21 e 22 de outubro.

PREPAREM-SE! Comemoraremos o dia do Paraquedista! Teremos palestra de segurança, camp de V4 e aquela tradicional confraternização que somente a nossa "tribo" consegue realizar.

Informações retiradas do site: www.marrecovoador.com.br

- Todas as vagas serão a 13.000 FT.
- Saltos serão realizados de um Caravan Blackhawk.
- Ficha de inscrição no valor de R$160,00 com direito a camiseta e Free Beer.
- Banda de Rock presente no sábado à noite.
- Comprando de 1 até 4 vagas o valor fica de R$ 170,00 por vaga;
- Comprando de 5 até 9 vagas o valor fica de R$ 160,00 por vaga;
- Comprando de 10 vagas ou mais o valor fica de R$ 150,00 por vaga;

Um ótimo evento para os paraquedistas se reunirem, divertirem e trocarem conhecimentos.

Desejamos um ótimo evento e torcemos para que tenhamos outros em nosso Estado.

Contato sobre o evento:

Sabrina Ramalho
(46) 99101.5800 / (46) 3524.5528

Roni Ramalho
(46) 98806.2097

Amilton Camargo
(46) 99101.3006
CAMP V4 - COPA MARRECO VOADOR
A FEPAR em parceria com a organização do Boogie Marreco Voador, convida todos os paraquedistas a participarem do CAMP V4 que será realizado nos dias 21 e 22 de outubro em Francisco Beltrão.

CAMP PREMIADO DE TREINAMENTO DE V4 –BOOGIE MARRECO VOADOR
REGULAMENTO

1. Finalidade

Regulamentar o 1º CAMP PREMIADO DE TREINAMENTO DE VELOCIDADE 4 – BOOGIE MARRECO VOADOR - que será organizado e realizado pela Federação Paranaense de Paraquedismo – FEPAR em conjunto com o Boogie Marreco Voador.

2. Local, Data, Horário e Aeronave

Local: Aeroporto de Francisco Beltrão
Data: 21 e 22 de Outubro de 2017
Horário Início: 9:00 hrs – Briefing geral de segurança
Aeronave: Caravan

3. Objetivos
Este evento é voltado para participação de atletas em saltos de formação de estrela de velocidade de 4 pessoas (V4), onde os saltos serão avaliados e debrifados na presença de todos os times, no intuito de:
a. Fomentar os atletas filiados a FEPAR em permanecer no esporte, incentivando-os através deste camp premiado.
b. Promover a troca de informações e aprendizado entre as equipes em um clima saudável e de ajuda entre os participantes, com avaliação e debriefings em conjunto.
c. Promover a confraternização entre atletas, escolas, instrutores e federação.
d. Proporcionar trocas de experiências, conhecimentos e informações.
e. Avaliar os melhores desempenhos, premiando os 3 melhores times com 100% do valor da inscrição no Boogie Marreco Voador.

4. Execução
O “camp” de treinamento será executado em 03 (três) rodadas, podendo, no entanto ser considerado válido com apenas 02 (duas) rodadas completas realizadas, se houver impedimento técnico ou qualquer outra circunstância julgada pela comissão técnica que o impeça de ser continuado. Todas as rodadas realizadas serão válidas, não haverá descartes.
Cada equipe é composta por 04 atletas, sendo acompanhado de um Câmera Flyer, este não participando da formação, sendo sua filmagem o objeto de avaliação da queda-livre. Os demais integrantes poderão a critério próprio utilizar-se de filmadora, porém a filmagem do câmera oficial será avaliada.
O câmera é o único participante que poderá saltar em mais de um time, sendo que o mesmo poderá ser câmera em um time e integrante da formação em outro. Não será permitida a participação em mais de um time na tarefa de formação.
O número mínimo de equipes será de 5 e máximo de 10.
Os saltos serão realizados a partir de 13.000 pés.
No posicionamento da saída nenhuma parte do corpo de qualquer integrante poderá ficar para fora da aeronave. “No Show”
É proibido também qualquer tipo de “grip” no momento da saída da aeronave, sendo que a saída deverá ser “No Grip”
O cronômetro será iniciado a partir do momento que QUALQUER parte do corpo do primeiro integrante da equipe encontre-se fora da porta do avião, portanto o “PS” deve ser feito antes da saída do câmera, e será tomado o tempo até que os 4 (quatro) atletas estejam formados em uma estrela, que deve ser configurada e voe estável por no mínimo 2 segundos.
As tomadas de tempo serão acumuladas a cada salto, classificando as equipes após o último salto de rodada válida, a partir do que somar o menor tempo até o maior tempo gasto para formar as estrelas. Em caso de empate, classificando pela a equipe que realizou a estrela no menor tempo em um dos saltos de rodada válida.
O tempo máximo a ser considerado é de 35 segundos de trabalho após a saída do primeiro paraquedista, qualquer tempo acima disto não será considerado, somando-se 35 segundos ao salto incompleto ou salto penalizado.
A comissão técnica terá plenos poderes para julgar os casos de infração as normas de segurança, cabendo desde eliminação da equipe da competição, até invalidação do tempo obtido. São consideradas graves, as infrações referentes a segurança em qualquer etapa do salto, sendo estas a subida em aeronave, reta de lançamento, queda-livre, navegação e pouso, em especial aberturas e curvas a baixa altura.
A comissão técnica será composta pelos capitães das equipes, cabendo as decisões em votação plenária.

5. Requisitos Obrigatórios
A categoria mínima de participação no campeonato é “B” em caderneta e/ou constar no site da CBPq.
Para a atribuição de câmera, o paraquedista deve possuir os devidos requisitos e habilitações, em acordo com as normas da CBPq, sendo categoria C e a habilitação em caderneta e/ou publicada no perfil do atleta respectivo, no site da CBPq.
É obrigatória a presença de todos os participantes - integrantes do time e câmeras no briefing de segurança e nos debriefings conjuntos dos saltos do camp.

Toda a atividade deve estar em conformidade com as normas da CBPq.

6. Inscrições
As inscrições deverão ser feitas diretamente na área antes do briefing de segurança, mediante a apresentação e presença dos integrantes da equipe devidamente em dia com a CBPq e FEPAR, em acordo com as habilitações, responsabilidades, obrigações e deveres, conforme normas CBPq. Não será cobrada taxa de inscrição.
Em prol de maior integração e desenvolvimento do paraquedismo, será permitido a inscrição de atletas de outras federações, porém a premiação será dedicada apenas ao atletas filiados à Federação Paranaense de Paraquedismo – FEPAR.

7. Premiação
Os integrantes da formação (somente os membros da estrela), filiados a FEPAR, dos 03 (três) times com o melhor desempenho, sendo os menores tempos totais dentre as rodadas válidas, serão premiados com 100% do valor da inscrição no Boogie Marreco Voador.

8. Comissão Organizadora
Diretor do Campeonato: Fabricio Macoto
Conselheiros Técnicos: Instrutores in-loco, autorizados pelo Diretor do Campeonato
Júri: Capitães das equipes participantes
Aero Festival - União da Vitória
Entre os dias 12 a 15 de Outubro, o staff da Sunset Paraquedismo através do Comandante Vico, estará com seu Cessna 210/5 no céu de União da Vitória!

Conforme organização do evento:
- PARAQUEDISMO
- PASSEIO DE BALÃO
- VOO PANORÂMICOS
- FESTIVAL DE FOOD TRUCKS
- TENDA DO CHOPP
- FESTIVAL DE BANDAS
- ESPAÇO KIDS
- DJ´S
E muito mais.

Informações: (42) 999259466 e (42) 99991 0900
Sunset Paraquedismo: 41 99212-1321
 
     
       
  www.fepar.org.br
fepar@fepar.org.br
by Colere Design © 2020  

Você está recebendo este e-mail por ser cadastrado no site www.fepar.org.br.
Caso não queira mais receber este e-mail clique aqui.